Adalberto Jardim e equipe satisfeitos com desempenho em São Paulo

O piloto paulista Adalberto Jardim não conseguiu completar a prova em Interlagos, porém juntamente com a sua equipe Boessio Competições comemorou o desempenho no final de semana. “Tínhamos muitas coisas novas no caminhão nesta etapa, neste sentido tivemos um ótimo final de semana, superou nossa expectativa. O time do Boessio realizou um trabalho excelente”, elogiou o piloto Adalberto Jardim.

O paulista Roberval Andrade venceu o Grande Premio Vipal, 5ª etapa do Campeonato Sulamericano e Brasileiro de Fórmula Truck realizada neste domingo (25) no Autódromo José Carlos Pace em Interlagos. Largando na pole position, Roberval perdeu a liderança da prova logo na largada para o paranaense Leandro Totti (Mercedes-Benz), mas recuperou em seguida para manter a ponta até o final da prova com 1 hora de duração e 19 voltas.

O paranaense Leandro Totti (Mercedes-Benz) foi o único a tentar algum ataque ao vencedor Roberval Andrade, chegando inclusive a ganhar a liderança na largada. Na terceira volta Roberval já retomava a posição para ir até a bandeirada final. Totti terminou em segundo depois de muita disputa com o goiano Leandro Reis (Scania), Paulo Salustiano (Volvo) e principalmente Adalberto Jardim (Volvo) que teria conseguido o primeiro pódio com sua nova equipe a Jardim/Boéssio se não fosse a quebra na décima volta. “Foi uma pena, mas a equipe é nova e tudo que acontece é para a gente aprender e melhorar para a próxima prova”, disse Jardim.

A corrida mais importante da temporada foi também a mais disputada deste ano com vários lances emocionantes para um público de aproximadamente 50 mil pessoas. Não faltou disputa de posições roda com roda, empurrões em traseiras e até um dos acidentes mais impressionantes do automobilismo brasileiro. O Ford de Bruno Junqueira literalmente subiu no Volvo de Diumar Bueno pouco antes da entrada do S do Senna, aonde os caminhões chegam a 200 km/h. Os dois F-Truck ficaram totalmente destruídos e os pilotos saíram ilesos abrindo os braços para o aplauso do público. As imagens do acidente mostram a cabine do Volvo de Diumar Bueno sair capotando pela pista com o chassi andando pelo acostamento. A prova de resistência da célula de segurança criada pelo fundador da Fórmula Truck Aurélio Félix mais uma vez foi decisiva na sobrevivência dos pilotos.

Os dois ponteiros da tabela do campeonato continuam na frente, mas agora com posições invertidas. Felipe agora é o líder com 98 pontos e seu companheiro na equipe RM Competições Volkswagen Valmir Benavides é o segundo com 97 pontos. Giaffone talvez tenha sido o piloto de maior desempenho neste domingo. Depois de bater na primeira volta com Beto Monteiro (Iveco) na segunda perna do S do Senna, Felipe teve que entrar nos boxes para trocar o pneu traseiro esquerdo e mesmo assim conseguiu terminar em quarto marcando os pontos necessários para assumir a liderança. Já Valmir Benavides teve um final de semana ruim e abandonou a prova na oitava volta com a quebra da correia do alternador. Não marcou pontos.

No final, a prova ainda mostrou lances de boas disputas com Roberval Andrade, Leandro Reis, Leandro Totti e Adalberto Jardim andando colados. E após a quebra de Jardim e Leandro Reis, um novo pelotão foi formado por Paulo Salustiano, Wellington Cirino e Renato Martins. Na briga pelo sexto lugar vinham Felipe Giaffone e Beto Monteiro. Faltando apenas três voltas Giaffone ganhou mais duas posições, de Renato Martins e Wellington Cirino.

A corrida em Interlagos foi a quinta do Campeonato Sul-Americano de Fórmula Truck, que marcou o encerramento da primeira metade da temporada. A sexta etapa, no dia 22 de agosto, acontecerá no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Londrina. Após 19 voltas válidas, o resultado da quinta etapa dos campeonatos Sul-Americano e Brasileiro de Fórmula Truck, neste domingo em Interlagos, foi:

1º) Roberval Andrade (SP/Scania), Scania Corinthians Motorsport, 1h00min27s298

2º) Leandro Totti (PR/Mercedes-Benz), ABF Competições, a 2s706

3º) Paulo Salustiano (SP/Volvo), ABF Competições, a 17s793

4º) Felipe Giaffone (SP/Volkswagen), RM Competições, a 17s812

5º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF Competições, a 19s145

6º) Renato Martins (SP/Volkswagen), RM Competições, a 19s405

7º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, a 19s716

8º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, a 23s716

9º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF Competições, a 44s003

10º) Fred Marinelli (SP/Marinelli Competições), a 44s683

11º) André Marques (SP/Scania), RVR Corinthians Motorsport, a 44s838

12º) Vignaldo Fízio (SP/Ford), ABF Competições, a 56s445

13º) Cristiano da Matta (MG/Iveco), Scuderia Iveco, a 58s129

14º) Débora Rodrigues (SP/Volkswagen), RM Competições, a 58s537

15º) Fabiano Brito (PR/Volvo), ABF Competições, a 1min09s504

16º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, a 2 voltas

17º) José Cangueiro (SP/Mercedes-Benz), Mercalf Competições, a 2 voltas

18º) Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis, a 3 voltas

19º) Danilo Dirani (SP/Ford), Ford Racing Trucks, a 3 voltas.

NÃO COMPLETARAM

Adalberto Jardim (SP/Volvo), AJ5-Boessio Competições, a 7 voltas

Andersom Toso (RS/Ford), Ford Racing Trucks, a 8 voltas

Valmir Benavides (SP/Volkswagen), RM Competições, a 11 voltas

Diumar Bueno (PR/Volvo), ABF Competições, a 14 voltas

Bruno Junqueira (MG/Ford), Ford Racing Trucks, a 14 voltas

José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis, a 15 voltas

Com o campeonato tendo chegado à metade, a classificação da F-Truck é a seguinte:

1º) Giaffone, 98 pontos;

2º) Benavides, 97;

3º) Cirino, 91;

4º) Andrade, 72;

5º) L. Reis, 48;

6º) Salustiano e Piquet, 43;

8º) Totti, 35;

9º) Martins, 33;

10º) Muffato e Monteiro, 26;

12º) Marques, 23;

13º) Dirani, 20;

14º) Jardim, 17;

15º) Bueno, 16;

16º) Rodrigues, 14;

17º) Marinelli, 12;

18º) Junqueira e J. Reis, 9;

20º) Cangueiro, 7;

21º) Maistro, 5;

22º) Da Matta, 4;

23º) Toso e Fízio, 3;

25º) Brito, 1.