Ross Brawm apoia o sigilo sobre estado de saúde de Schumacher

O chefe da Fórmula 1, Ross Brawn, apoiou a política da família de Michael Schumacher de manter a condição médica do ex-campeão em sigilo.

Schumacher comemorou seu aniversário de 50 anos na última quinta-feira (03 de janeiro), cinco anos após o acidente de esqui que o deixou com graves danos cerebrais.

Pouco, ou quase nada, foi revelado sobre a saúde do alemão após o acidente.

Brawn, que ajudou no sucesso de Schumacher na F1 e visitou regularmente o campeão desde o acidente, acredita que privacidade é a melhor política neste caso, apesar do enorme apelo por informações dos muitos fãs do heptacampeão no esporte.

“Estou constantemente em contato com Corinna e concordo totalmente com a decisão deles”, disse Brawn ao ‘Daily Mail’.

“Michael sempre foi uma pessoa muito privada e isso tem sido um princípio condutor em sua carreira, sua vida e sua família sempre concordaram com essa escolha.

“É completamente compreensível que Corinna quisesse manter a mesma abordagem, mesmo após o trágico acidente, e é uma decisão que todos devemos respeitar.

“Tenho certeza que as milhões de pessoas que ainda são fãs de Michael vão entender isso também”.

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – “Caso desista da F1, Red Bull pensa em Le Mans como opção”:

“Schumacher não respira com ajuda de aparelhos”, diz jornal britânico:

Confira os melhores momentos da Fórmula E na Arábia Saudita:

EQUIPES E PILOTOS | FORMULA E 2018/2019 | Campeonato ABB FIA Fórmula E

Assista ao “RESUMÃO” das novidades da F-E para temporada 2018/2019?

Matéria completa: https://f1mania.lance.com.br/formula-1/ross-brawm-apoia-o-sigilo-sobre-estado-de-saude-de-schumacher/