McLaren se concentrou na confiabilidade antes dos testes

A McLaren “tomou algumas medidas” para aumentar a confiabilidade antes do primeiro teste de pré-temporada, em fevereiro, disse o CEO, Zak Brown.

No ano passado, no primeiro deles com a Renault, a McLaren foi perseguida por problemas de confiabilidade nos testes.

A equipe sofreu cinco quebras distintas ao longo de oito dias conturbados, apesar de Fernando Alonso ter terminado com o segundo melhor tempo na geral.

A equipe de Woking cobriu apenas 599 voltas, menos do que Sebastian Vettel sozinho.

Este ano, Brown diz que eles estão tomando medidas para evitar um desempenho igual.

“Não quero compartilhar em detalhes algumas das coisas que estamos fazendo de maneira diferente neste período de entressafra, do que na temporada passada”, disse ele à RACER.

“Estamos fazendo as coisas de forma diferente, para estarmos mais preparados, não apenas com desempenho, mas tivemos muitos problemas de confiabilidade no teste de Barcelona no ano passado. Então, tomamos algumas medidas para superar isso.

“Continuaremos a desenvolver como todas as equipes de F1, semanalmente, e levaremos para a Austrália o desempenho mais evoluído que temos alcançado, desde que começamos a trabalhar no carro, e ter programas para garantir uma confiança maior, é melhor”.

“Uma das razões pelas quais demoramos mais para alcançar desempenho (em 2018), foi porque tivemos estes  problemas”.

“Você sai do caminhão em Barcelona, e ao invés de ser capaz de ir direto à performance, está tendo problemas, problemas com a porca da roda, problemas de aquecimento, e depois deixa de se concentrar no desempenho e começa a focar nisso”.

“A equipe fez um bom trabalho para nos dar confiabilidade saindo dos testes da Espanha, para que os carros terminassem nos pontos na Austrália”.

“Estamos em um lugar melhor, com desempenho sensato, nos testes de inverno”, concluiu.

Matéria completa: https://f1mania.lance.com.br/formula-1/mclaren-se-concentrou-na-confiabilidade-antes-dos-testes/