Vergne afirmou que as corridas na quinta temporada estão sendo ‘sujas’

O atual campeão da Fórmula E, Jean-Eric Vergne, disse que há grandes questões sobre como as corridas na quinta temporada da Fórmula E estão sendo disputadas.

Uma combinação do novo formato de tempo definido, a quantidade de energia utilizável à disposição dos pilotos, e a natureza muitas vezes sinuosa das pistas, levaram à contínua frustração do francês.

O e-racing365, informou no início deste ano, que as discussões tiveram lugar sobre o potencial de variação de energia utilizável em corridas individualmente.

Circuitos como Hong Kong, Paris e Mônaco, que são mais curtos do que a maioria das pistas, convidam a corridas sem planos, onde a estratégia e o gerenciamento do uso de energia se tornam desnecessários, por causa das corridas cronometradas recém-estabelecidas.

Combinado com o novo formato de corrida de ativações da Zona de Ataque, e a probabilidade de períodos de bandeira amarela em toda a pista e safety car durante as corridas da Fórmula E, as corridas se tornam de acelereção total na linha de chegada.

“É preciso entender que, se você trouxer de volta essa corrida dura de economia de energia, você não terá mais contatos porque o cara pode ultrapassar usando mais energia, que é o que a Fórmula E é”, disse Vergne.

“O carro Gen 2 é largo e a pista, extremamente estreita. Como você pode ultrapassar?”

“Não há como ultrapassar, o que causa corridas sujas, pessoas batendo umas nas outras”.

“Hoje não é sobre isso, porque você não economiza, então você fica estável e travado por dentro, então o que você pode fazer? Você acaba passando por cima do cara”.

Vergne, que já havia avisado sobre o aumento do contato em corridas nesta temporada, disse que os pilotos tiveram pouca opção além de arriscar incidentes devido à natureza das corridas.

“Não há contato tático, há apenas contato em geral”, explicou Vergne.

“Isso ocorre porque os pilotos estão cansados, porque você passa dez voltas atrás do cara que está um segundo mais lento do que você, e em algum momento, você não vai dizer que você é um piloto de carros de corrida”.

“Você não vai ficar atrás do cara que é super lento.”

Vergne também acredita que ele e seus colegas pilotos, não são considerados ou consultados sobre grandes questões esportivas no campeonato totalmente elétrico.

Quando perguntado por que os pilotos não têm nenhuma associação oficial, Vergne disse que uma atmosfera geral de isolamento foi o principal motivo.

“Ninguém nos escuta”, disse ele. “Não somos bem-vindos porque não estamos sendo ouvidos”.

“Eu tenho dito por seis meses que esse tipo de coisa acontecerá, por causa do safety car, por causa do novo formato. É um formato legal”.

“Está bem feito, mas a corrida se torna impossível. Eles realmente precisam fazer algo com isso porque é urgente agora”, finalizou.

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX DE HONG KONG | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 5ª etapa

F1 2019 | Ferrari apresenta SF90 vermelha e preta fosco:

F1 2019 | MCLAREN apresenta o MCL34:

F1 2019 | Red Bull apresenta RB15 ‘roxo, preto e vermelho’:

F1 2019 | Mercedes apresenta nova pintura para o W10:

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS:

Matéria completa: https://f1mania.lance.com.br/formula-e/vergne-afirmou-que-as-corridas-na-quinta-temporada-estao-sendo-sujas/

Outras Notícias