GP do Bahrein deu “indicações claras” para o desenvolvimento da Mercedes

A Mercedes descobriu as áreas que precisam de desenvolvimentos após o GP do Bahrein. O diretor técnico da equipe, James Allison, diz que o GP do Bahrein deu à sua equipe “indicações claras” para o seu desenvolvimento futuro.

Lewis Hamilton contou com a sorte para vencer em Sakhir depois que Charles Leclerc sofreu uma falha no motor, enquanto Valtteri Bottas terminou na P2 para garantir a segunda dobradinha da Mercedes no ano.

No entanto, a falta de ritmo em longos stints da Mercedes, ao mesmo tempo que lhe rendeu a pontuação máxima até aqui, deu à equipe uma boa ideia de como eles devem continuar se desenvolvendo nesta temporada, segundo Allison.

“Foi um grande resultado para nós”, disse Allison no vídeo da Mercedes após o Grande Prêmio do Bahrein. “E um grande alívio, portanto, em um fim de semana em que não fomos tão competitivos conseguir uma quantidade tão grande de pontos.

“Voltar com esses pontos e também voltar com indicações claras do que precisamos fazer, e as direções que precisamos tomar para desenvolver nosso carro, para que não soframos o mesmo tipo de problemas que tivemos com ele no Bahrein.

“E, claro, nosso objetivo é que, ao longo da temporada, possamos aumentar o desempenho do carro, mesmo quando tropeçarmos um pouco, ainda podemos estar na frente. Esse é o objetivo de todo time.”

Quando perguntando o motivo da Mercedes ter sido muito forte na Austrália, e depois ter perdido ritmo no Bahrein, Alisson disse que foi um final de semana perfeito para a Mercedes em Melbourne.

“Provavelmente a resposta mais simples é porque este é um esporte realmente difícil, no qual você tem que ter absolutamente tudo perfeito se quiser ter um final de semana como em Melbourne”, explicou ele.

“Nós éramos imensamente fortes e tudo parecia a nosso favor. Nós esperávamos um resultado muito mais difícil na Austrália, com os testes (da pré-temporada) era o que esperávamos.

“Mas ao invés disso, nós estávamos ‘voando’ em todas as sessões, na qualificação, na corrida e nos treinos livres, e conseguimos largar na liderança sem esforço e obter um resultado realmente forte.

“E então chegamos no Bahrein e, em vez disso, parecia que andamos para trás. Ao invés de ‘voando’ como em Melbourne, nós tivemos um carro que estava um pouco desequilibrado na traseira e que era um pouco duro, além dos pneus que estavam sofrendo um pouco com superaquecimento na parte traseira.

“Todas essas coisas significaram que perdemos apenas um décimo ou dois aqui e ali comparado com a Ferrari, que parecia estar tendo no Bahrein o fim de semana que tivemos duas semanas atrás em Melbourne.”

Confira os últimos vídeos do canal da F1MANIA no YouTube – ePRIX DE SANYA | Melhores Momentos | FÓRMULA E 2018/19 – 6ª etapa

Fórmula 1 anuncia o Brasil como uma das sedes do “F1 Festival” em 2019

Confira o GRID COMPLETO da temporada 2019 da COPA TRUCK:

F1 2019 | Ferrari apresenta SF90 vermelha e preta fosco:

F1 2019 | MCLAREN apresenta o MCL34:

F1 2019 | Red Bull apresenta RB15 ‘roxo, preto e vermelho’:

F1 2019 | Mercedes apresenta nova pintura para o W10:

FÉRIAS F1MANIA | Pilotamos uma FERRARI 488 GTB no SPEEDVEGAS:

Matéria completa: https://f1mania.lance.com.br/formula-1/gp-do-bahrein-deu-indicacoes-claras-para-o-desenvolvimento-da-mercedes/